Edição Europa

2022 Número 1

Teatro

Teatrocinema ex la troppa

Viagem ao centro da tierra

É a travessia de um investigador científico e o seu ajudante que sonham com decifrar os mistérios que os seus antecessores têm-lhe planteado – um diálogo entre gerações – sobre uma das mais apaixonantes aventuras: o conhecimento. Procurando no limite do que é real, começa a exploração dos maiores temores e o reconhecimento da essência dos medos.

Criar um mundo novo, a partir do que temos, é a tarefa ou sonho dos adolescentes, e convida a conhecer em profundidade e extensão no nosso planeta, culturas e histórias, apesar de que essa aventura provoque muito temor. Embora os adultos não sejam bem-vindos nesta etapa, a sua função é alentar e fomentar estas viagens a outras terras, a outros mundos, AO MUNDO INTERNO DE CADA JOVEM.

É a curiosidade e a iniciativa que estão em jogo; é o gosto pelo desafio e o crescimento que implica; é uma forma de abandonar o lar dos pais e encontrar uma morada no mundo, na sociedade. É o aporte que os adultos podemos fazer as nossas novas gerações.

TEATROCINEMA EX LA TROPPA

Repõe dois das suas melhores obras: “Viagem ao centro da terra” e “Gêmeos”.

Teatrocinema, companhia dirigida por Juan Carlos Zagal e Laura Pizarro, atores formados na escola de teatro UC, surge o 2006 após a dissolução da inovadora companhia de La Troppa.

La Troppa caracterizou-se por ser uma equipa integral de trabalho artesanal no ofício teatral, efetuando montagens muito criativos e bem-sucedidos como Pinocchio (1990), Lobo (1992), Viagem ao centro da terra (1995) e a sua obra cimeira Gêmeos (1999), adaptação de “O Grande Caderno”, de Agota Kristof. Em 2003, em um acordo de coprodução com a companhia francesa Le Volcán, estreiam Jesús Betz, de alta qualidade artística.

Carolina Bórquez / Psicóloga de la Universidad de Chile. Formación de psicoanalista(e), de la Asociación Psicoanalítica Chilena. Miembro del Centro de Fenómenos Sociales CEF, colaboradora del Centro Chileno de Sexualidad Humana.

Deixe um comentário